Folha de Contagem - Durval promete denunciar as irregularidades do PAR
 Canais
:: Cidade
:: Política
:: Economia
:: Opinião
:: Cultura e Lazer
:: Polícia
:: Esporte
:: Educação
:: Meio Ambiente
:: Folha TV
~>Canais Antigos:
:: Agronegócios
:: Cidade
:: Classifolha
:: Cultura
:: Economia
:: Educação
:: Esporte
:: Opinião
:: Polícia
:: Política
:: Transporte

 Arquivos
:: Ed. Anteriores
:: Ed. Especiais
:: Enquetes
:: Parceiros
:: Álbum de Fotos

 Empresas



 Durval promete denunciar as irregularidades do PAR - Edição N°412

Após visita realizada no último dia 9, a cinco conjuntos habitacionais construídos pela Caixa Econômica Federal para o Programa de Arrendamento Residencial - PAR, em Contagem, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia, deputado Durval Ângelo (PT), decidiu denunciar ao governo federal, uma série de irregularidades encontradas.

A visita foi motivada por reclamações de moradores dos conjuntos Fonte Grande, Capricórnio, Santo Expedito, Três Barras e Jacarandá, que apontaram diversas irregularidades, principalmente com respeito à administradora dos Condomínios - a empresa Exacta - que segundo eles não está prestando os serviços para os quais foi contratada, contando com a omissão da Caixa.

Problemas
Na visita ao condomínio Jacarandá, o deputado constatou várias situações que caracterizam abandono. Infiltrações, rachaduras, cerca elétrica e portão eletrônico estragados, estão entre os problemas mostrados pelo representante dos moradores, Cláudio Henrique Moreira, que também denunciou o superfaturamento em notas de prestação de serviços contratados pela Exacta.

No Conjunto Santo Expedito, a situação encontrada foi ainda mais crítica, porque a empreiteira LHM, que realizou a obra, há cinco anos, faliu. O próprio gerente da administradora Exacta, Paulo Marques, que acompanhou a visita, admitiu prejuízos para a manutenção do condomínio. "Não existe mais uma construtora para dar manutenção. A responsabilidade passou a ser da Caixa, e quando há verba", afirmou.

Providências
Ao final das visitas, Durval disse que será elaborado um relatório com todos os problemas verificados, bem como, as reclamações dos moradores e que a Comissão vai acionar o Conselho Regional de Engenharia - CREA -, para que faça um laudo pericial nos condomínios. Outra medida será a solicitação de uma vistoria dos bombeiros, a fim de verificar possíveis riscos de acidentes ou desabamentos, pelos problemas com a infra-estrutura dos prédios.

Já a denúncia de superfaturamento será encaminhada à Polícia Civil de Contagem para abertura de inquérito além de levar o caso ao conhecimento do governo federal: "Chega a ser criminoso o abandono em que estão os condomínios. É lamentável, porque os imóveis são de qualidade e o PAR é um sistema revolucionário de moradia popular", assegurou o deputado.

Segundo ele, em Contagem, o que percebeu é que a Caixa está sendo omissa em não fiscalizar e não está assumindo a defesa dos moradores, como era esperado. "Por sua vez, a administradora acaba cobrando coisas absurdas, sem transparência e sem a apresentação de notas. Cabe à Caixa agir e afastar a Exacta. Com tantas irregularidades, um bom programa acaba ficando desmoralizado. Para evitar que isso aconteça, vamos comunicar o fato ao presidente Lula e ao Ministro das Cidades", finalizou Durval Ângelo.





 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Envie este artigo para alguém conhecido  Envie este artigo para alguém conhecido


Últimas Notícias
· Filha procura mãe que desapareceu há 10 anos

· Residência médica - Hospital está com inscrições abertas

· Família de Caná ajuda na recuperação dependentes

· Procon Estadual promove a 'Operação café' em Contagem

· Cemitérios preparados para o dia de Finados


Classificação
Maior pontuação: 3
Votos: 2


Por favor, dedique um segundo de seu tempo para votar neste artigo:

Excelente
Muito bom
Bom
Regular
Péssimo



News ©




Copyright © 2005/2008 - Folha de Contagem - All rights reserved.
Desenvolvido e Administrado por Compufix Informática usando PHP-Nuke. Copyright © 2004 by Francisco Burzi.
Tempo para gerar esta página: 0.08 segundos