Filarmônica é atração deste sábado na Praça da Glória

Foto: Alexandre LopesNeste sábado, dia 3, às 20 horas, a Praça da Glória volta a ser cenário para a música de boa qualidade, com a primeira apresentação da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, sob regência do maestro Fabio Costa, que preparou um repertório diversificado, com algumas obras já conhecidas do público, promovendo, desta forma, o interesse da população em conhecer o universo da música erudita.
No programa do concerto, a abertura da ópera Carmem, de Bizet, seguida de três peças do universo cinematográfico – a trilha do filme E.T., a marcha de Os Caçadores da Arca Perdida e a suíte de Guerra nas Estrelas, todas do compositor norte-americano John Willians. A apresentação terá, ainda, a suíte de Os Comediantes, de Kabalevsky, e o Guia de Orquestra para Jovens, de Benjamin Britten.

Orquestra e maestro

Desde sua criação, em fevereiro de 2008, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais já se apresentou em várias cidades mineiras, dentro de sua proposta de divulgar a música clássica para amplos públicos. Na Temporada 2009, a Orquestra já esteve em Juiz de Fora, Barbacena, Cataguases, Caxambu, São Lourenço e Betim.
Um dos mais destacados e experientes maestros brasileiros de sua geração, Fabio Costa, que também é pianista e compositor premiado, com uma experiência de mais de 160 concertos sinfônicos e de ópera em uma carreira internacional, é maestro assistente da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, e já esteve à frente de várias das melhores orquestras brasileiras.
Ele regeu a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Petrobrás Sinfônica, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo, Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Amazonas Filarmônica, entre outras. Nos EUA, em 2000 e 2003, foi Maestro Associado da Sinfônica de Spokane e Diretor de Orquestras da Eastern Washington University, quando regeu mais de 80 concertos para um público de mais de 70 mil pessoas.
O maestro recebeu seu treinamento em regência orquestral e correpetição, pela Academia de Música de Viena. Entre produções de ópera dirigidas, destaca-se, no Brasil, uma elogiada produção de Tosca em 2006, no Teatro Amazonas de Manaus. Como compositor, Fabio possui uma extensa obra e recentemente venceu o II Concurso Cláudio Santoro de Composição Musical, da Academia Brasileira de Música, com a obra Salmo da Terra.
 

Enquete

Qual o maior problema de Contagem na atualidade?